Tudo Mudou e Nada Mudou (JXNV$)



Os tempos passaram, os outros chegaram
Continuamos bola de ouro
Uns continuaram sugando o sangue dos outros
E nós, sangue no olho
Uns se complicaram
Uns me copiaram
Tudo em busca do topo
Uns se destacaram
Uns continuaram, lá no fundo do poço
As ruas ainda são as mesmas
Crucificam Jesus e passam pano pra besta
Te cobram humildade e babam a realeza
Te juram lealdade e botam um preço na sua cabeça, normal
Os que ameaçaram ainda duvido
Os que abraçaram ainda divido
O champagne estoura
As mina ainda joga
Os cana ainda é grana ou bala pra ir embora
Continuo focado, como quem não pode perder
E o dinheiro não vai me tirar do caminho
Eu tenho muito mais a fazer
Eu vi o amor chegar, e ficar e passar
Vi lendas pegar o próprio legado e apagar
E o B continuar, clássico, clássico
E o sol continuar

Tudo mudou e nada mudou
Eu não sou mais o mesmo de antes
Mas ainda ando nas mesmas ruas
Essas esquinas sabem o meu nome

Pois tudo mudou e nada mudou
Eu não sou mais o mesmo de antes
Mas ainda ando nas mesmas ruas
Essas esquinas sabem o meu nome
Tudo mudou e nada mudou

É olhar pra dentro da alma
É visitar a plantação
É saber porque que tu fez as malas
É lembrar da causa e da intenção
É continuar tendo o amor das área
É mais uma fuga do caveirão
Pelo brilho da joia, brilho da aura
Por quem sempre segurou o rojão
Pra que a mãe não chore
Pra que o filho não chore
Pra que a dinda ore
Ou eu viro no corre
Ou a carga escorre
Entre opções e decepções
Que se formam campeões
Que se quebram corações
Da forma que for, pra família, minha correria e amor

Tudo mudou e nada mudou
Eu não sou mais o mesmo de antes
Mas ainda ando nas mesmas ruas
Essas esquinas sabem o meu nome

Pois tudo mudou e nada mudou
Eu não sou mais o mesmo de antes
Mas ainda ando nas mesmas ruas
Essas esquinas sabem o meu nome
Tudo mudou e nada mudou

Comentários