Ensinamento do Papai (Veig)



Eles querem o que eu consegui
Mas será que vão pagar o preço
A minha mente busca evoluir
Depois de toda ainda sou o mesmo

Eu me lembro dos ensinamento do pai
Fé no pai que o inimigo cai
Muitos cola porque meu nome gera hype
Mas de onde veio Judas tem mais
Muitos querem ser eu, poucos querem o fardo
Como é foda fazer um Natal farto
Tipo Vinícius Jr. correndo avançado
Como que ele nunca tá cansado
Eu não confio nos puli de farda
Ele acha suspeito porque eu tô de Prada
Eu só confio no dono do ouro
Eu só confio no dono da prata
Hoje em todo lugar nós tem casa
Pra quando ficar só a carcaça
Os meu descendente não fiquem carente
Igual eu quando eu comecei tinha nada
Hoje nós é inspiração pras quebrada
Mas vira testemunho não é fácil
Vai ter mil quando tiver sucesso
Mas não vai ter dez quando tiver fracasso
Tem vários que é fraude
Não conhece o significado de viver no auge
Pergunta pro meu [?] quanto ele vale
Pergunta aí nas casa quanto que é meu cachê
Pergunta aí na humildade
Como que a grana não corrompeu minha humildade
Mano isso é fé não é fase
Sei quem são falso porque eu sou de verdade
Hoje eu só gasto por hobby
Derrubo a loja, não passo vontade
Os menorzin’ pede foto
Eu me lembro logo quando eu tinha essa idade
Aprendi com os ensinamento do pai
Não cobiçai mulher do próximo
Se não quiser virar saudade estampada em camisa
E sua mãe assinando o seu óbito
E naquela esquina eu vi ódio
Vende negócio, pra quem depende do [?]
E naquela avenida eu vi motos
Hoje eu piloto, mas com chinelo e arame
Pros menor se inspirarem na fuga
Não da polícia, mas sim da fome

Acho que o que me mantém vivo é meu sonho
Acho que todo o menor periférico que nem eu
Deve sonhar em, mostrar pro sistema que nós pode chegar em qualquer lugar
Um dia vai chegar o dia

Toda vez
Toda vez que eu vi uma nave
Eu só ficava me perguntando
Quando tudo isso vai mudar
Quando vai ser eu e os meus manos
Mas não contavam com minha astúcia
Mal sabiam que eu tinha um plano
Pode até parecer uma loucura
Mas no final cê vai se ligando
Eu tinha umas letra guardada
E uns amigo que fazia um som
No restaurante que eu trampava
Conheci um empresário bom
Pedi pra minha chefe na moral
Se eu podia cantar numa tarde
Ela me disse que funk não
Calma que até Jorge Ben Jor nós sabe
Quem tava de lá, quem tava de cá
Mas mesmo assim não arrumava nada
Quem eu pensei que estava comigo
Quando eu precisei, virou a cara
E foi aí que eu me lembrei
Que só venceu aqueles que creu
E guerreiro que é forte na queda não depende do homem depende é de Deus
E guerreiro que é forte na queda não depende do homem depende é de Deus
E guerreiro que é forte na, não depende do homem depende é de, amém

Eu me lembro dos ensinamento do pai
Fé no pai que o inimigo cai

Comentários