Nova Bad



Deixou a minha casa às sete
Deixou teu cheiro na minha pele
Meu quarto ficou tão carente
Minha mente não te esquece

Você é minha nova bad
E sempre que desaparece
As paredes parecem falar
O silêncio quase me ensurdece

Quero aquele sol da manhã
Que atravessa a cortina
E ilumina a maçã da sua cara linda
Pra eu te fotografar com a minha retina

O gosto que você deixou
Na minha boca tatuou
De um jeito doce
Quem dera eu fosse
Alguém que você chama de amor

O gosto que você deixou
Fez minha alma florescer
De um jeito doce
Quem dera eu fosse
Alguém que você também não consegue esquecer

Deixou a minha casa às sete
Deixou teu cheiro na minha pele
Meu quarto ficou tão carente
Minha mente não te esquece

Você é a minha nova bad
E sempre que desaparece
As paredes parecem falar
O silêncio quase me ensurdece

Quero aquele sol da manhã
Que atravessa a cortina
E ilumina a maçã da sua cara linda
Pra eu te fotografar com a minha retina

O gosto que você deixou
Na minha boca tatuou
De um jeito doce
Quem dera eu fosse
Alguém que você chama de amor

O gosto que você deixou
Fez minha alma florescer
De um jeito doce
Quem dera eu fosse
Alguém que você também não consegue esquecer

O gosto que você deixou
Na minha boca tatuou
De um jeito doce
Quem dera eu fosse
Alguém que você chama de amor

O gosto que você deixou
Fez minha alma florescer
De um jeito doce
Quem dera eu fosse
Alguém que você também não consegue esquecer

Você é minha nova bad

Comentários